domingo, 29 de maio de 2016

Falta merenda nas escolas dos distritos e ilhas de Cametá



Do início do ano letivo, até a presente data, cerca de 40% ou mais das escolas do município de Cametá estão sem o fornecimento de merenda escolar para os alunos. O problema ainda persiste em quase  todos ou senão em todas as escolas do interior. Estudantes da zona rural são os mais prejudicados.

Segundo o TCM, o processo licitatório é no valor de mais de 5 milhões de reais, mas não se ver o alimento nas escolas do interior e nas ilhas.

Sem merenda, algumas unidades de ensino anteciparam o horário de término das aulas, liberando os alunos mais cedo. Essa é a estratégia utilizada por muitas escolas das ilhas.

Os pais também lamentam a demora no fornecimento do lanche para os filhos. "Já são  mais de três meses sem merenda", disse a dona de casa Marluce Gomes. "Quem pode, dá dinheiro para o filho ou manda lanche, mas muitos não têm condições de comprar todos os dias".


O Folha tentou entrar em contato com a SEMED por e-mail e pelas redes sociais mas até o final da matéria não obteve resposta.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NÃO LISTA

Contato