segunda-feira, 23 de abril de 2018

EDUCAÇÃO NO PARÁ ENTRARÁ EM GREVE

Depois de 3 anos de negociação sem sucesso, professores e alunos no inicio do mês de maio entrarão em greve. O SINTEPP durante anos vem tentando uma negociação com o governo Jatene (PSDB), como as negociações não são cumpridas, e esgotadas todas as possibilidades de negociação que vem se arrastando desde 2015, os profissionais da educação do Estado do Pará perceberam que as falácias do governo são somente para ganhar tempo e empurrar as problemáticas para a próxima gestão. O Estado ainda deve retroativo de piso salarial dos professores referente a 2011.


O governo não vem cumprindo os acordos e termos de ajustes de conduta (TAC) firmados na justiça desde a última greve, esses acordos foram condicionantes para que fosse naquele momento ter acabado com a greve, mas pelo que se viu o governo estadual não cumpre acordos, não obedece a justiça e nem há interesse de resolver o problema da educação paraense que se encontra abandonada.

Os professores estão há três anos com salários defasados, escolas sucateadas e sem segurança.

Os professores alegam que o governador não cumpre o piso salarial, o SINTEPP já ganhou a causa varias vezes na justiça por unanimidade, mas o estado alega que não há dinheiro para pagar. Outras questões são as reformas das escolas que não aconteceu e os acordos não cumprido com o governo.

Cansados de negociar os professores irão paralisar juntamente com os alunos que também lutam por mais segurança e melhores condições estruturais.


Folha de Cametá
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NÃO LISTA

Contato