sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Militantes de esquerda vandalizam templo da Assembleia de Deus



 Depois do ocorrido em Cametá com uma igreja evangélica, outro caso repercutiu em Pernambuco, o Pastor Eurico, que fez a denúncia ao FOLHA, acredita-se que esse tipo de ação poderá se multiplicará.

Depois da derrota de Fernando Haddad, muitos petistas acusam evangélicos pela derrota, gerou um clima de “guerra santa” durante e depois das eleições contra os cristãos.

Na reta final da corrida presidencial, templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) foram vandalizados com mensagens políticas. Os militantes de esquerda “culpavam” a igreja pelo apoio dado pelo seu líder, Edir Macedo, ao candidato do PSL.


A eleição acabou, mas as intolerâncias não, esta semana a Assembleia de Deus de Bonança, interior de Pernambuco, foi pichada com spray vermelho. Além de ofensas ao presidente eleito, lia-se palavras de ordem como “Lula Livre”, “PT” e “LGBT”.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NÃO LISTA

Contato