domingo, 11 de novembro de 2018

PROFESSOR ESCREVE UMA CARTA AOS PETISTA DE CAMETÁ

Democracia Petista e sua Demagogia.

Agora é por mim, eu assino.
Pedro Chaves



Não me importo ser diferente, muitos já foram no passado, procuro o diferencial, não sou intelectual, nem um doutor do saber ou dono da verdade. Eu nada sei, sou um eterno ignorante, um pobre de conhecimento, pra mim títulos não mede a capacidade de ninguém, se o medisse, não teríamos tantos idiotas letrados, verdadeiros robôs “educados”. Penso que já me mandaram tomar no “c” mil vezes, que estou estuprado emocionalmente, mas meu intelecto não foi violado, a letra doí tanto?

Sugiro que abram uma igreja para o PT, para confessarem seus pecados contra mim, sejam como Lula, o homem mais honesto do Brasil pelo menos, onde os ignorantes passem a cultuar Lula, se libertando de sua dor, pois os ignorantes eternamente irão continuar falando asneiras como sábios, mas nunca transformaram seu meio, morreram e serão esquecidos.

Não sei por que tanto ódio e desespero com o fantasma como é assim que me chamam, “O fantasma que assombra o PT em Cametá”, não sou um fantasma, sou apenas um mero professor do campo, do interior, que reluto para não ser um papagaio de falas e pensamentos, como diz Descartes “Penso, Logo Existo”.

Sugiro que leiam, John Jay Chapman onde afirmava que Browning usava Deus em sua obra como substantivo, verbo, adjetivo, advérbio, interjeição e preposição. Edmund Wilson, em Rumo à Estação Finlândia, a maior história das ideias socialistas até a Lenin, cita o fato para cotejar com Trotsky, que faz exatamente o mesmo com a palavra “História”. Nos últimos meses, o Brasil virou uma histeria coletiva repetindo a receita com o termo “democracia” e “Resistência” Baum....


Muitos não se lembram de que aconteceu em 2014, quando Humberto Costa, o líder do (PT) defendeu a censura das redes sociais, não se via nenhum socialista apoiando a liberdade de expressão e democracia, o PT tentou se apropriar da palavra democracia, como se fosse um partido messiânico brasileiro, a temporada continua, como uma comedia midiática de sucesso, Lula Livre. Seus telespectadores aguardam esperançosos um final feliz!
Embora o messianismo politico pareça fazer parte da politica brasileira, no PT Lula seu Mito, ficou preso em Curitiba, ainda que sua militância acredite ainda que ele seja um herói e um inocente, ele é um mito dentro do PT, uma espécie de Jesus, e sua militância seus discípulos, e eu um espectador da serie Lula Livre.

A verdadeira democracia petista só funciona quando os mesmo estão no poder, seus opositores passam a ser golpistas, antidemocráticos e inúmeras palavras fulas, como “vai te fu...”, seu fascista, burguês e outras viciantes. Isso é o melhor que fazem, e quando não conseguem controlar as informações, ou quando as informações são contra sua ideologia, a noticia se torna “Fake News”.

O exercício do governo nos 13 anos da era Petistas permitiu ao Partido dos Trabalhadores terem contato com os velhos oligarcas, que também, tão quais os petistas, nunca tiveram qualquer afinidade com a democracia. São aqueles políticos que se locupletaram no exercício de funções públicas e que sempre se colocaram frontalmente contrários ao pleno funcionamento do Estado Democrático de Direito.

Por exemplo, um país que se diz “democrático” ainda que careça de médicos, não pode se aproveitar do trabalho quase escravo de uma classe explorada por um Governo autoritário, torturador, e antidemocrático como CUBA de Castro. Como explicar ao povo brasileiro que defende o PT e a democracia vermelha que o médico Cubano prestando serviço em um país democrático como o Brasil, este mesmo Brasil “DEMOCRÁTICO” aceita que esse médico Cubano ganhe menos que um médico brasileiro prestando o mesmo serviço? E ainda, tenha que dar a maior parte desse salário de fome para o governo Cubano, ditatura apoiada e vista como paraíso pelos petista de Cametá, e ainda muito pior, que esse médico cubano seja impedido de trazer sua família para o Brasil! Se fosse eu? Fazendo a mesma coisa estaria respondendo por trabalho escravo!

É essa a democracia que o PT enche a boca em defender? Agora que os mesmos mudaram de cor para ludibriar sua verdadeira intenção ideológica, foram magnificamente capazes de se chamarem agora “Democratas”. É assim que o PT se diz melhor que os militares de 1964? Como pode um partido que se diz contra golpe e ditadura apoiar Cuba, Venezuela, Irã, Bolívia? Pra mim não, não é essa FALSA DEMOCRACIA perversa e aproveitadora que eu quero para Cametá e para o Brasil!

Essa é a versão macunaímica do bolivarianismo presente no DNA da esquerda brasileira, e dos irmãos Latinos americanos que sonham com uma América avermelhada e próxima dos companheiros russos, e do protótipo de socialismo venezuelano de Chavez e Maduro, da resistência “popular” cubana de Che, Fidel e Castro que perpetuam no poder com uma democracia investida de ditadura, sem falar da Bolívia.

No governo Dilma, os passos da cartinha da ditadura não deram certos no Brasil, tentaram controlar o Judiciário e os meios de comunicação, mas não conseguiram, os petistas passaram a demonizar todos os seus opositores, como o diabo não pode levar a culpa na politica, e  o partido ainda não ser uma religião oficializada, a culpa é dos Estados Unidos e dos capitalistas, eu como capitalista (Liberal), sou uma espécie de diabo do PT. Quem não é capitalista no PT que atirem a primeira pedra?

Objetivamente, podemos ler na República de Platão pelo menos duas formas de governo. Mesmo sem estudo, instintivamente o brasileiro já presenciou todas. São dividas entre as legítimas, quando se governa para o bem geral, e as degeneradas, quando se governa apenas para si próprio (no caso do PT e outros).

Neste sentido, quando o PT hoje fala que defende “a democracia”, depois de tanto falar em “respeitar as urnas”, ele está quase correto: está admitindo que coloca as vontades momentâneas das maiorias acima de qualquer lei, contrapeso ou freio às vontades do governante, desde que tenha apoio popular. O panis et circenses foi concretizado ao máximo com o PT: dar pão (ou Bolsa Família) e circo (Ministério da Cultura e Lei Rouanet) ao povo em troca de apoio e tolerância a qualquer desmando. Neste sentido, o PT não é apenas democrático, neste sentido o PT é um partido democrático! Quando lhe interessa, ou pela crença no poder de formar uma maioria por ideologia, por algum discurso histérico momentâneo.

É por isto que o PT acaba falando a “verdade” quando afirma que defende a democracia – defende o poder através da maioria absoluta, nem que para isto tenha de comprar votos ou dar “Pão e Circo” para obter a maioria.

Sem os conceitos corretos de democracia em mente, é impossível para alguém entender frases como esta e toda a mensagem da discussão política nos séculos entre Platão e John Locke: mesmo o grande filosofo Bobbio, ou Dworkin ou um Robert Dahl e seu famoso “On Democracy” não são capazes nem de entender o que se está discutindo, reduzindo a democracia à representatividade, ou seja, o PT nunca será dono da democracia, ela não pertence a ninguém, muitos  pensadores ainda arriscam em dizer que o democracia pode ser uma prostituta que se deixa ser usada por dinheiro e prazer. Usando a definição canônica, usada por Platão, Aristóteles, Cícero, Sêneca, Agostinho, Tomás de Aquino, Dante, John Wyclif, Ockham, Maquiavel, Montaigne, Hugo Grócio, Maurras, Ortega y Gasset, de Reynold, Spengler e mesmo Tocqueville (apesar de sua república ser, justamente, o que era chamado de “democracia na América“, ou seja, a República), de república/politéia como um estágio da sociedade em que leis eternas não são discutidas e valem para todos, com contrapesos ao vulgo e impossibilidade de dominação pela maioria ou representação da maioria, nos dão um conceito a mais para enxergar a realidade, de lambuja ainda nos furtando de cair na esparrela da dominação socialista pela maioria em nome da “democracia”.

Muitos pensadores que criticaram a democracia justamente por entendê-la como entenderam os 27 séculos entre Platão e Tocqueville foram considerados “reacionários”, o que só puderam tomar como elogio: do erudito austríaco Erik von Kuehnelt-Leddihn. É praticamente uma impossibilidade estudá-los numa Universidade.

Os petistas adoram controlar a verdade como se a houvesse, e quando não a podem mentem cem vezes, e cauterizam suas mentes e passam acreditar que a mentira é sua verdadeira verdade.

Desde sua fundação foi predominante no partido mais honesto do Brasil, a concepção de que a democracia não passava de mero instrumento para a tomada do poder. Deve ser recordado que o partido dos Trabalhadores (PT) votou contra a aprovação da Constituição de 1988.

A saga continua...

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NÃO LISTA

Contato