This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

quarta-feira, 30 de março de 2016

PRB Cametá diz não ao PT e a Waldoli


O PRB Cametá é o primeiro partido que se posiciona corajosamente acerca da politica cametaense, sobe a liderança do Prof. Pedro Chaves e Dr. Hugo Brito o partido foi o que mais cresceu nesses últimos seis meses no município, o grupo é composto de grande maioria de jovens como também de camponeses, pescadores, estudantes, comerciantes, professores, dentistas e até médicos. Um grupo muito eclético.
Segundo o universitário Benilson militante do PRB diz que o partido têm como objetivo fazer vereadores e possui nomes distribuídos entre todos os distritos para isso, completa dizendo que não queremos mais tanta mentira e promessas, precisamos mudar nossa cidade, por isso estou aqui, não quero ser telespectador!
O FOLHA DE CAMETÁ entrevistou o líder do PRB Cametá nesta semana:

FOLHA: Qual é a ideia do partido para Cametá?

Professor: O PRB tomará um caminho diferente em Cametá, será politicamente independente e com apoio de outros partidos trabalharam em um novo nome para lançar em Cametá que demostrará força e uma esperança para reconstruir o orgulho do povo cametaense, vamos juntos com outros grupos reconstruir do caco uma Cametá do futuro.

FOLHA: Nas eleições passa o PRB foi base do prefeito Iracio Nunes, tem possibibidades do partido apoiar a reeleição do candidato do PT?

Professor: Realmente o PRB foi base do Iracio na eleição passada pois acreditava na mudança, na época o partido era comandado por outra liderança. Atualmente o governo do PT representa uma decepção e um desastre na gestão municipal, não tenho nada contra a pessoa do Iracio, ele é uma boa pessoa, mas enquanto gestor deixou a desejar.

FOLHA: A possibilidades do PRB ser base do pré candidato Waldoli, ou de outros?

Professor: O Waldoli para mim representa a velha politica, uma politica com interesses de grupo, acredito que é hora de um nome novo, o povo cametaense é de luta e de esperança, muitos me perguntam a mesma coisa se vamos coligar com o Waldoli. Venho então publicamente dizer que o PT foi uma tragédia e  o Waldoli representa a velha politica. Se houver outro nome que represente esperança o dialogo fica aberto.

FOLHA: Não é ousada sua estratégia? e quem será esse nome  de uma futura liderança?

Professor: A politica é um jogo e uma ciência ao mesmo tempo, o PRB tá no jogo, temos em Cametá bons nomes que representa esse projeto e já estamos trabalhando pra isso. Acho que os novos lideres cametaenses não devem retroceder ao passado politico e nem no atual, devemos avançar e nos mobilizar em um novo nome, a força esta no povo e na mobilização, Waldoli não tem essa força que tinha antes, acredito em Cametá! Mas se quisermos mudar a politica cametaense "se deve mudar a cultura do toma lá dá cá" que é nítida nas eleições cametaense. Estou trabalhando em um projeto politico de médio e longo prazo, baseado em novas lideranças.

FOLHA: Essa estratégia vai fazer vocês vencerem esta eleição que há de vim?

Professor: Pra mim só pelo fato de não deixar a politica cametaense ser polarizada já é uma vitória, se iremos ganhar digo que já estamos ganhando, pois não iremos nos curvar a velha politica e nem a atual, não existe na politica esse espaço em dizer que já ganhou! Tem um ditado muito popular que diz que "Politica é igual mineração só se sabe depois da apuração" quem decidirá é o povo!

FOLHA: O que o senhor foi fazer em Belém?


Professor: Fui buscar garantia de independência e autonomia acerca da politica cametaense e meu presidente me deu essa garantia, também fui tentar resolver algumas demandas do município meu sonho é ver a estrada de Juaba se transformar em uma estrada estadual trafegável todos os dias do ano, outra demanda que vamos lutar é uma torre de telefonia móvel para vila do Carmo ou Porto Grande e a tão sonhada estrada PA 471 (Vila do Carmo) que foi abandonada e não se sabe de fato o porquê o asfalto sumiu da vila. 
Share:

terça-feira, 29 de março de 2016

Presidente do PRB Cametá em Belém

Prof. Pedro Chaves e Dep. Divino

Em um bate-papo com o Presidente do PRB Cametá o FOLHA DE CAMETÁ teve a oportunidade de matar a curiosidade a cerca de sua visita ao Dep. Divino em Belém.
Logo então o Prof. Pedro Chaves nos deu a nos disse que o PRB tomará um caminho diferente em Cametá, será politicamente independente e com apoio de outros partidos trabalharam em um novo nome para lançar em Cametá que demostrará força e uma esperança em construir do caco uma Cametá do futuro.

Na entrevista ao Folha com exclusividade Pedro Chaves fala:

FOLHA: Nas eleições passa o PRB foi base do prefeito Iracio Nunes, tem possibilidades do partido apoiar a reeleição do candidato do PT?

Professor: Realmente o PRB foi base do Iracio na eleição passada, pois acreditava na mudança, na época o partido era comandado por outra liderança. Atualmente o governo do PT representa uma decepção e um desastre na gestão municipal, não tenho nada contra a pessoa do Iracio, ele é uma boa pessoa, mas enquanto gestor deixou a desejar. 

FOLHA: A possibilidades do PRB ser base do pré candidato Waldoli, ou de outros?
Professor: O Waldoli para mim representa à velha politica, uma politica com interesses de grupo, acredito que é hora de um nome novo, o povo cametaense é de luta e de esperança, muitos me perguntam a mesma coisa se vamos coligar com o Waldoli. Venho então publicamente dizer que o PT foi uma tragédia e  o Waldoli representa a velha politica. Se houver outro nome que represente esperança o dialogo fica aberto.

FOLHA: Não é ousada sua estratégia? E quem será esse nome de uma futura liderança?
Professor: A politica é um jogo e uma ciência ao mesmo tempo, o PRB tá no jogo, temos em Cametá bons nomes que representa esse projeto e já estamos trabalhando pra isso. Acho que os novos lideres cametaenses não devem retroceder ao passado politico e nem no atual, devemos avançar e nos mobilizar em um novo nome, a força esta no povo e na mobilização. Mas se quisermos mudar a politica cametaense "se deve mudar a cultura do toma lá dá cá" que é nítida nas eleições cametaense. Estou trabalhando em um projeto politico de médio e longo prazo, baseado em novas lideranças. 

FOLHA: Essa estratégia vai fazer vocês vencerem esta eleição que há de vir?
Professor: Pra mim só pelo fato de não deixar a politica cametaense ser polarizada já é uma vitória, se iremos ganhar digo que já estamos ganhando, pois não iremos nos curvar a velha politica e nem a atual, não existe na politica esse espaço em dizer que já ganhou! Tem um ditado muito popular que diz que "Politica é igual mineração só se sabe depois da apuração" quem decidirá é o povo!

FOLHA: O que o senhor foi fazer em Belém?
Professor: Fui buscar garantia de independência e autonomia acerca da politica cametaense e meu presidente me deu essa garantia, também fui tentar resolver algumas demandas do município com o meu deputado estadual pois "Acho que não devemos prometer, mas fazer! Entre as demandas estão:

1) O projeto que transformará a estrada do Juaba em uma rodovia estadual transformando em uma PA, projeto que esta engavetado há anos.

2) A conclusão da obra asfáltica da PA 471 (Vila do Carmo) que foi abandonada e não se sabe de fato o porque o asfalto sumiu da vila do Carmo e esse é o papel do legislativo averiguar e fiscalizar o que aconteceu


3) E a implantação de uma torre de telefonia móvel na vila de Porto Grande ou no Carmo do Tocantins, que também irá cobrir outros distritos."
Share:

sábado, 26 de março de 2016

GENERAL ACUSA MINISTRO DO STF DE AGIR A SERVIÇO DO PT


A decisão de Teori deu um pouco de "fôlego" ao governo da presidente Dilma Rousseff, porém, suscitou uma avalanche de críticas de juristas e membros da sociedade civil, além das reações ocorridas sob a alçada militar. O general-de-brigada, Paulo Chagas, reagiu de forma contundente contra a decisão do ministro da mais alta Corte do país, na última quarta-feira (23).
Paulo Chagas foi enfático ao afirmar que "Teori Zavascki foi grato ao Palácio do Planalto, em detrimento do procurador geral da República, Rodrigo Janot, que não se intimidou com as pressões de Lula", de acordo com as declarações do general. Ele ainda atribuiu à decisão de Teori, o intuito de apoiar, através de "vias transversas", a tramoia da alta cúpula de corrupção do governo petista. Entretanto, o general fez questão de lembrar que a nomeação do ex-presidente Lula como ministro do governo, segue de certa forma, em suspensão.
O general Chagas alavanca ainda mais críticas à atuação do ministro do STF, afirmando que seu gesto foi algo premeditado e até mesmo debatido a portas fechadas, inclusive, ressaltando que o próprio governo já pudesse saber de antemão, qual seria a decisão do ministro, já que horas anteriores à sua atuação, "o governo encontrava-se tranquilo, ante a possibilidade do ex-presidente Lula sair da alçada de julgamento de Sérgio Moro", afirmou Chagas.
O general Paulo Chagas é um ferrenho crítico do PT e de movimentos sociais ligados ao governo Dilma, além de presidir o grupo "Ternura-Tortura nunca mais".

Share:

História da Páscoa


A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.

Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).

 Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.  
Share:

quinta-feira, 24 de março de 2016

Aids avança entre os jovens cametaenses


Os jovens entre 15 e 24 anos formam um dos grupos que mais preocupa as autoridades e profissionais de saúde envolvidos com o combate à aids em Cametá e no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, em oito anos foram registrados mais de 30 mil casos da doença nesse grupo da população brasileira.

Outro grupo que preocupa são os jovens homossexuais, pobres e mulheres, aponta movimento nacional de LGBT. A AIDS se juvenizou. E desses jovens infectados pelo HIV, a população de homens jovens.

Se em 2004 havia 9,6 casos de aids em cada grupo de 100 mil habitantes no Brasil de 15 a 24 anos, em 2013 o índice saltou para 12,7. Ao todo, 4.414 jovens foram detectados com o vírus em 2013, enquanto em 2004 haviam sido 3.453. Em Cametá estimasse ter mais de 400 casos de soro positivos, pois o FOLHA entrou em contato com a secretaria de saúde mas a secretaria não souberam informar os números, o que pareceu que não há nem um tipo de estatista e controle no município. É preocupante a falta de controle pela Secretaria de Saúde de Cametá, onde a mesma não faz nem um tipo de campanha educacional preventiva para nossos jovens cametaenses. Cametá deve registrar mais de 15 casos por ano só na cidade! afirma um funcionário da secretaria de saúde que não quis se identificar e que trabalha em um posto de Saúde.

Para os especialistas, é também necessário falar sobre discriminação, que é um dos fatores para a vulnerabilidade dos jovens homossexuais. Nesse grupo, a preocupação é ainda maior com os gays. 

"Há uma tendência de aumento importante entre os mais jovens de 15 a 24 anos, em particular entre meninos jovens que fazem sexo com meninos jovens, nós temos que falar sobre discriminação nas escolas e na TV. O papel da escola e da mídia é muito importante para discutir mais o assunto", afirma o professor Braga.
Share:

sábado, 19 de março de 2016

Moradores de Cametá reclamam do excesso de lama e lixo


Os moradores da Rua Mururé, localizada no bairro Primavera, em Cametá, reclamam da lama, do mato e do abandono do prefeito Iracy Nunes.

Segundo os moradores, a rua carece de tudo, ratos e sapos fazem a festa na região, o atual prefeito prometeu saneamento na época das eleições e sumiu a firma morador.
O FOLHA recebeu várias denuncias deste bairro “Em todo bairro é muita lama e, quando chove, essa rua fica horrível. Fica tudo alagado”, diz uma moradora.

Na rua Mururé dos nove portes só dois possui iluminação pela noite, os assaltos são constantes na região. Os moradores também reclamam da Prefeitura que cobra taxa de iluminação publica e não é executada na rua.

Em uma esquina da passagem, uma cratera se abriu com a força da água, causando riscos para quem mora no local. 
Share:

sexta-feira, 18 de março de 2016

Militantes do PT de Cametá participaram da manifestação pró-Dilma em Belém


Cerca de 15 mil manifestantes favoráveis ao governo realizam na tarde desta sexta-feira (18), um grande ato de apoio a presidente Dilma Rousseff.

Vestidos de vermelho, com bandeiras de Cuba, Bandeiras vermelhas da CUT, cartazes e banners nas maõs, os manifestantes ocuparam parte da praça da República, Belém.

Dezenas de cametaenses foram vistos na manifestação entre eles o prefeito de Cametá, vereadores, secretários e militantes se fizeram presente para prestar o apoio a esse movimento democrático onde defendem o atual governo federal.

Para Larissa Muniz belenense que estava na manifestação afirmou que a Presidenta e uma mulher de fibra e de coragem, seu problema é que a bomba na Petrobrás estourou no seu governo, mas vem dizer que antes do governo Dilma não existia corrupção?
Share:

Centenas de Cametaenses vão a Capital dá apoio a LULA


Em reunião realizada na noite da última terça-feira (16), no Sindicato dos Bancários do Pará, a Frente Brasil Popular acumulou informes de que caravanas de várias cidades paraenses virão para a capital paraense. 

Centenas de militantes e políticos cametaenses do Partido dos Trabalhadores estão em viagem para a capital para participar da manifestação em apoio ao governo Dilma e a Lula, com frases de “Não ao Golpe” Sairão às 5h da manhã e chegarão às 15h em Belém. Segundo Diógenes Brandão Cametá irá enviar uma caravana que enfrenta 10 horas de barco, tendo saido às 5h da manhã do município e chegarão às 15h, em Belém, em um barco com aproximadamente 200 militantes que participarão do ato que concentrará na praça da República, a partir das 16h e de lá seguirão em direção ao mercado de São Brás, onde será realizado um grande ato político pela democracia e o respeito ao resultado das urnas. 

                                                      (Jornal O liberal de 14 de Março de 2016)

Possivelmente a militancia do PT em Cametá esta dando uma resposta há caravana que foram de Cametá, cerca de 150 cametaenses para Belém do movimento Cametá Livre liderada pelo Prof. Pedro Chaves, Henrique Cezar e Pedrinho Donato, onde contou com a participação de pessoas da vila do Carmo, Areião , Cametá e Mocajuba no ultimo dia 13.


Segundo organizadores a manifestação será expressiva, e já é esperado milhares de pessoas em Belém, as lideranças farão um revezamento  nas falas em defesa do governo, mas com críticas também à reforma da previdência, a política econômica e demais considerações das centrais sindicais e movimentos sociais insatisfeitos com a condução de certas áreas do governo federal, mas nenhuma aceita o golpe.
Share:

quarta-feira, 16 de março de 2016

Caso Cerpasa: Jatene será julgado pelo STJ


A Ação Penal nº 827, que tem como principal réu o governador do Pará, Simão Jatene, vai ser julgada amanhã (16), pela Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A ação volta à pauta de julgamentos depois que 2 ministros levantaram dúvidas sobre o pedido de arquivamento feito pelo relator Napoleão Nunes Maia Filho. 
O processo investiga a prática de crimes tributários cometidos por Jatene e integrantes de seu Governo em benefício da Cervejaria Paraense S/A. Na ação do que ficou conhecido como “caso Cerpasa”, Jatene é acusado de ter sido o principal beneficiário do pagamento de propina, acertada com os donos da empresa, após a concessão de uma anistia fiscal referente a débitos de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
A ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura votou contra a decisão do relator. Já o ministro Jorge Mussi, teve dúvidas sobre a validade do pedido de Maia Filho e também pediu vistas ao processo. O voto dos 2 será julgado, amanhã, pelos demais membros da Corte, que é composta por 15 ministros.

DECISÃO
No fim de novembro do ano passado, uma decisão monocrática (individual) do relator propôs a extinção da punibilidade atribuída pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao governador do Pará. A pena para Jatene estipulada pela instituição é de 8 anos de prisão. A decisão do relator, no entanto, não foi acatada por Maria Thereza Rocha de Assis Moura, que, em voto separado, acatou o agravo regimental interposto pelo Ministério Público Federal (MPF) do Pará, no qual há outra análise sobre a prescrição e consequente arquivamento do processo.
A ação tramita em segredo de Justiça. No entanto, uma fonte do STJ informou que o MPF/PA não concordou com a contagem de prazo para prescrição da ação penal analisada individualmente por Napoleão Nunes. Depois de dar seu voto contrário ao arquivamento da ação, em julgamento da Corte Especial em 3 de fevereiro deste ano, Jorge Mussi pediu vistas ao processo interrompendo, mais uma vez o julgamento e seu voto será apresentado nesta quarta-feira. Enquanto prosseguir o julgamento, Jatene é considerado réu pela pratica de crime de corrupção.
Fonte DOL (Luiza Mello / Diário do Pará)
Share:

Polícia Federal investiga fraude em benefício


A Polícia Federal deflagrou ontem a Operação Boca Larga, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada em fraudes no Seguro-Defeso, em Redenção e em Conceição do Araguaia, no sudeste paraense. Estima-se que os prejuízos provocados aos cofres públicos ultrapassem R$ 5 milhões, em razão de cadastramentos fraudulentos operados pela Colônia de Pescadores Z-60, de Redenção.

CADASTRO ILEGAL
Segundo denúncias registradas em 2012 e 2013, pessoas que não se enquadravam nos requisitos legais, estabelecidos na Lei nº 10.779/2003 para o requerimento do benefício do seguro-defeso, estariam sendo cadastradas e, com isso, recebendo recursos públicos federais ilegalmente. Em contrapartida, parte do valor recebido indevidamente era repassado aos fraudadores. As investigações revelam que membros da diretoria e do conselho fiscal da Colônia de Pescadores Z-60 de Redenção, com o auxílio de um servidor público da agência do Ministério do Trabalho e Emprego em Conceição do Araguaia, vinham cadastrando os falsos pescadores no esquema ilegal.

REDENÇÃO
A PF estima que o número de pessoas favorecidas com o benefício do seguro-defeso em Redenção já ultrapassa de 900, com base em dados do Ministério do Trabalho e Emprego. O prejuízo com o pagamento irregular seria de mais de R$ 5 milhões. A estimativa é que existam apenas 30 pescadores artesanais habilitados no município.

CRIMES
 Segundo a Polícia Federal, centenas de falsos pescadores já foram identificados. Eles devem responder judicialmente, além de terem de restituir à União os valores recebidos de forma ilegal, com correção. Os membros da Colônia de pescadores e o servidor público envolvidos nas fraudes vão responder pelos crimes de estelionato, inserção de dados falsos em sistemas de informação e corrupção ativa ou passiva, de acordo com a situação. 
As penas podem variar de 4 a 38 anos de prisão, se houver condenação. Até ontem haviam sido expedidos seis mandados de prisão preventiva, seis mandados de condução coercitiva e dez mandados de busca e apreensão. As buscas seguem nas casas dos suspeitos e agência do MTE em Conceição do Araguaia.
(Com informações da Polícia Federal)
Share:

Jatene vai acabar com o Educação do Campo (SOME) no Estado do Pará



O governador Simão Jatene vai trocar gradativamente os professores por TV e vídeo aulas, o projeto é conhecido como SEI. Os mais prejudicados serão os alunos das vilas como: Vila de Juaba, Vila do Carmo, Vila de Porto Grande, Vila de Areião, Vila de Belos Prazeres e outras. Se Jatene não dá conta atualmente de manter a estrutura desse sistema onde não há estruturas mínimas, imagina colocando uma TV de LED e um DVD em cada escola onde irá funcionar o SEI. O estado não tem nem prédios nem vigias para garantir a guarda dos matérias no interior e nas vilas de Cametá, ou será mais um projeto imaginário e midiático do atual governador. Pelo projeto, ao invés dos alunos terem aulas presenciais com professores de todas as disciplinas da grade curricular, passarão a assistir vídeo-aulas com a presença de um professor unidocente ou multidisciplinar que vai apenas orientar o ensino à distância. As aulas serão repassadas através de uma televisão ao longo do período de 4 horas.

Atualmente o SOME esta sem professores e sem estruturas, nas vilas não há casa e nas ilhas não há mínimas estruturas, o governo atribui o fracasso aos professores, mas como os professores podem trabalhar sem casa e sem escola? Falta merenda escolar e transporte em muitos lugares, a prefeitura de Cametá onde deveria ser parceira se esquiva e joga a responsabilidade para o Estado, e com toda as dificuldades enfrenadas por esses guerreiros professores ainda foi esse sistema que mais aprovou alunos no vestibular em 2015.

O Sistema de Organização Modular de Ensino (SOME), uma importante política pública do estado do Pará que, desde a década de 80, leva educação às comunidades mais distantes, como florestas, assentamentos, aldeias indígenas, áreas quilombolas, ribeirinhos, entre outras, onde inexistem escolas e corpo docente estruturado, está ameaçado no Pará, pondo em risco o ensino público prestado a cerca de 38 mil alunos de mais de 90 municípios do estado. O Some consiste no deslocamento dos professores de várias disciplinas para garantir a formação em ensino fundamental e médio onde não há escola de ensino regular, fazendo com os mesmo não se desloquem para os centros e fiquem com sua famílias.


O desmonte do Some não deixa de ser, portanto, mais uma tentativa de privatização, do atual governo tucano. O governo Jatene não realiza concurso público para suprir as demandas docentes do Estado, não constrói e nem conclui as reformas de escolas e, ainda, quer destruir o sistema de ensino que, hoje, garante o ensino público no local de moradia de difícil acesso para muitas crianças, jovens e adultos.
Share:

Juaba 116 anos de muita cultura e história


A Vila da Juaba não tem muito há comemorar nos seus 116 anos de existência, a linda vila na beira do Rio Tocantins terra de gente bonita e inteligente, sempre sofreu com o total esquecimento por parte do poder publico municipal, o distrito é o maior de toda Cametá, possuindo o segundo maior colégio eleitoral do município. A luta faz parte desse povo guerreiro que carrega na história de seus antepassados a força de vencer e ser livre.

O surgimento da vila se dá após a abolição da escravatura e com o êxodo do Quilombo do Mola, surgindo assim o atual Juaba. Aos poucos esta vila ribeirinha passou a ser o centro de encontro dos moradores da região. Se trata de uma vila simples de extrema riqueza cultural que, como outras diversas comunidades do nosso País. Atualmente a vila se encontra totalmente abandonada e sucateada.

Juaba é a terra da cultura repleta de muita historia a ser explorada, terra da sedução e amor. Uma das festas mais conhecida é de Nossa Senhora do Rosário feita pelo Bambaê do Rosário.

Várias das manifestações culturais da Vila de Juaba vivem à beira da extinção pela falta de uma verdadeira política pública de conservação cultural e pelo escasso interesse das gerações mais novas em darem prosseguimento às tradições. O Grupo do Meste Vital Batista de Cametá, conhecido como Engole Cobra e a Bichada, são os que ainda sobrevivem com muita dificuldade e sem nenhum incentivo cultural, os demais movimentos culturais estão quase extinto na vila como a Ladainha, Bambaê do Rosário,  Samba de Cacete, Banguê, Boi Bumbá Campineiro, Dança da Farinha, Dança do Negro e o Pingo de Ouro.

Embora o distrito de Juaba fique ao lado da cidade de Cametá, mas é a vila mais atrasada economicamente e estruturalmente, o descaso é total por parte de atual prefeito Iracy Nunes e do antigo Waldoli Valente, o trapiche dá vila esta pronto para desabar, o posto de saúde não tem as mínimas condições para funcionar, não tem nem maca e nem aparelho de aerol.

A estrada esta quase intrafegável. A energia elétrica é instável fazendo com que os moradores mensalmente tenham que mandar concertar seus aparelhos elétricos. A iluminação publica faz parte só da lei, pois no Juaba não há. O lixo da vila é despejado na entrada da vila em um campo de natureza, onde se prolifera ratos, moscas, cobras e centenas de urubus.


Share:

segunda-feira, 14 de março de 2016

A maquiada Educação cametaense


O Senhor prefeito Iracio e seu secretario de educação do PT abandonaram a educação no município. As aulas já começaram e nada do transporte escolar, a secretaria de educação não resolve a problemática da mobilidade escolar no município desde o ano passado em dezenas de locais, a merenda deve chegar em Abril. Nas ilhas os barqueiros reclamam do valor que não chega a mil reais mês e que não daria nem pra pagar o diesel, e o atraso do repasse do recurso que dura até meses, há barqueiros e donos de ônibus que não recebem desde 2015, enquanto isso os pais dos alunos tem que arcar com as despesas diárias de combustível para trazer seus filhos todos os dias das ilhas. Seu Benedito da ilha do Têtêm diz que leva seu filho todos os dias para a escola e gasta R$ 10 por dia. “As vezes só temos dez, mas é melhor levar ele e minha filha pra escola, pra comer nós damos um jeitinho, pois quero que eles estudem”.

Em muitas ilhas de Cametá, os estudantes não possuem transporte escolar fluvial, nas vilas há ônibus e quando tem tá quebrado, proprietários de ônibus não querem fazer contrato com a prefeitura pois dizem que o prefeito não paga seus compromissos, como é o caso de um proprietário um ônibus da vila do Carmo. Muitos alunos precisam caminhar quilômetros para chegar a escola, no ano de 2015 essa situação se fez rotina de quem precisa estudar no município de Cametá.

Professores e alunos têm sido vítimas da falta de gestão educacional na cidade de Cametá. As escolas encontram-se em decadência e em total estado de abandono. Muitas escolas não possui secretários,  agentes administrativos e vigias. Merenda escolar é luxo e quando tem é só mingau de arroz diz uma professora do município.

A falta de estrutura e material de apoio pedagógico é outro fator que tem dificultado o aprendizado nas comunidades onde o êxodo rural é frequente.

A escola morreu, isso se dá devido a falta de motivação causado pela atual gestão que inclusive até problemas psicológicos tem, no exato momento, a escola encontra-se totalmente no escuro, em relação a merenda escolar, quando tem no turno da manhã é sempre a mesma. No turno noturno nunca teve merenda, afirma uma aluna que se chama Telma do EJA .
Share:

sábado, 12 de março de 2016

Justiça poderá jugar o Prefeito de Cametá ainda este mês


Na frente deste trabalho esta o Ministério Publico do Estado em Cametá. A promotora Dra. Erica Almeida com o apoio do atuante promotor BRUNO BECKEMBAUER representando o Ministério Publico do Estado do Pará, o processo já foi dia 8 deste mês pautado para apreciação do colegiado. 

O  MP denuncia o prefeito de Cametá por improbidade administrativas, já são dezenas de denuncias contra o gestor, onde também os vereadores e denunciantes acusam o prefeito de corrupção e incompetência de gerir a cidade.

O processo já esta foi distribuído ao gabinete da DESEMBARGADORA GLEIDE PEREIRA DE MOURA que será a relatora do processo, onde pode ser pautado para julgamento a qualquer momento pela 1ª CÂMARA CÍVEL ISOLADA do TJE. Os advogados do prefeito estão confiantes no êxito de pelo menos manter o prefeito até a analise final, pois no processo os advogados buscam o direito do contraditório, ou seja da defesa. 


No ultimo despacho do processo 0003671-77.2013.8.14.0012 o pedido de efeito suspensivo de uma decisão do judiciário sobre a situação do escândalo da Prefeitura de Cametá a desembargadora Dra. GLEIDE PEREIRA DE MOURA, pediu o afastamento das funções públicas com imediata suspensão de pagamento em favor dos mesmos que estão arrolados no processo, por parte do Município, em razão das contratações questionadas na ação; indisponibilidade de bens de todos os requeridos, limitado ao valor de R$ 780.000,00 ( setecentos e oitenta mil reais); quebra do sigilo bancário e fiscal de todos os requeridos. Inconformados com a decisão, sustentam os agravantes que todos os procedimentos cabíveis relacionados aos agravantes foram cumpridos, bem como a efetiva prestação dos serviços, e que, quanto ao fato de não ter havido o procedimento de inexigibilidade de licitação para a contratação dos recorrentes, deve ser ressaltado que a adoção de tais medidas é de responsabilidade única e exclusiva da Administração Pública, verificando-se absoluta ausência de dolo nas condutas dos ora agravantes, desnaturando o ato de improbidade alegado.

O processo trata-se de Agravo de Instrumento com pedido de efeito suspensivo interposto por IRACY DE FREITAS NUNES visando modificar decisão proferida nos autos da Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa movida pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ.

O prefeito de Cametá, Iracy Nunes (PT) se deixar o cargo por determinação da justiça terá que passar o cargo ao vice-prefeito Osvaldo Barros.
Share:

quinta-feira, 10 de março de 2016

Assaltos assombram Cametá


Este mês de fevereiro o FOLHA recebeu dezenas de denuncias que foram vitimas na cidade de assaltos à luz do dia. Elas também reclamam da ausência de rondas ostensivas por parte da Policia Militar. Moradores do Bairro Novo e Nova Cametá afirmam que de noite têm que pagar pedágio para poderem transitar nas ruas, viciados e meliantes ficam nas esquinas para “multarem” os moradores. “Muitas das vezes temos que dar R$ 2 reais, pois se dermos moedas elas ficam irados, todo domingo é sagrado ao voltar com minha família da igreja” afirma um denunciante.

Assaltos em plena luz do dia esta se tornando normal em Cametá, os assaltantes comentem os crimes naturalmente, eles visam furtar celulares e dinheiro das vitimas, objetivo desses crimes é a sustentação do vicio das drogas que assolam os jovens e adolescentes cametaenses, os que comentem esta modalidade de crime são em sua maioria viciados, de idade de 14 à 35 anos, geralmente utilizam armas brancas, só no período do carnaval a Policia Militar apreendeu dezenas de facões, facas, canivetes e até tesados. Dezenas de adolescentes foram detidos e encaminhados para o conselho tutelar. Eles sabem que nada vai acontecer com eles, afirma dona Elisa Moraes, moradora do Bairro Novo.

 A maioria desses assaltos em Cametá é cometido por adolescentes, pois eles sabem melhor que um advogado que não podem ficar preso e já no outro dia volta para as ruas para cometerem novamente os crimes, eu mesmo já fui vitima desses delinquentes, a culpa também é da família, pois pobre eu sou! E nunca roubei ninguém, afirma dona Catarina que é professora aposentada.


A situação é grave, Cametá já fora uma cidade tranquila, mas está se tornando uma cidade violenta. Essa problemática é de responsabilidade e competência do poder publico estadual, mas infelizmente esse problema não é isolado é um problema generalizado em todo Estado do Pará. O governador Simão Jatene tem perdido a guerra para a violência e o trafico de droga em todo o Estado, e não só em Cametá. 
Share:

Gerson Peres é abandonado pelo Partido Progressista (PP)


O Partido Progressista (PP) base do governo do PT,  traiu e destituiu o ex-deputado Gerson Peres. Será que o PP aposentou o ilustre Gerson Peres?

Gerson foi pego de surpresa ao tomar conhecimento de que a direção do Partido Progressista, no Pará, fora entregue aos irmãos Salame: João Salame e Beto Salame, respectivamente prefeito de Marabá e deputado federal.

Gerson teria sido comunicado, no final da tarde de quarta-feira, 9, pelo próprio presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, da decisão de entregar o comando da legenda para o deputado federal marabaense, quem queria o partido era o deputado federal Chapadinha (PSD) mas pelo jeito ficou quem ficou do lado de Dilma foi Beto Salame.

“O Gerson ficou muito abatido, alegando ter carregado até hoje o partido nas costas, no Pará, para ter um desfecho de abandono. Porque é assim que ele se sente agora, abandonado”, comentam seus aliados.

Haverá algumas mudanças no cenário cametaense, o SENAI provavelmente sairá das mãos de Gerson e Emanuel Lobo poderá migrar para outro partido.

O deputado federal Beto Salame, disse ao blog do Hiroshi que, o doutor Gerson é uma pessoa íntegra, que merece todo nosso respeito, e assim será tratado, com todo respeito. O comando nacional do PP entende haver necessidade de renovação de seus quadros em todo o país, passando ao nosso grupo a responsabilidade para realizar esse trabalho.

Share:

quarta-feira, 9 de março de 2016

Nova Cametá de baixo de lama

Os moradores do bairro Nova Cametá já não estão conseguindo conviver com os problemas de sujeiras nas ruas do referido bairro. O FOLHA de recebeu denúncia de moradores e estivemos hoje no local e constatamos de perto a desordem que está o grande parte do Bairro que de Nova Cametá não têm nada, a prefeitura abandou os moradores do bairro.

Lama, lixo, entulhos, ruas esburacadas e o total descaso por parte da gestão municipal. Juliana revoltada disse a nossa reportagem “Cadê os vereadores? Esse ano vou dá meu voto de revolta! Não vou votar nos mesmos!!! (GRITA)

A Nova Cametá está completamente sem infraestrutura e saneamento básico. A reclamação é diária por parte dos moradores e das pessoas que passam por ali. Há lama e muitos buracos nas vias, que já estão intrafegáveis. Essa situação caótica é o reflexo da inoperância dos gestores públicos.

Desde que foi eleito em 2012 o prefeito Iracy Nunes (PT) abandonou os bairros e as vilas de Cametá. Quem paga a conta é o povo. Uma das principais vítimas do descaso do gestor é a população mais pobre, justamente o grupo que o elegeu segundo pesquisas de 2012, a população  cerca de 130 mil habitantes esta agonizando em Cametá.
Share:

terça-feira, 8 de março de 2016

Lula é Capa do The New York Times: Snapshot of Brazil’s Web of Scandal

Snapshot of Brazil’s Web of Scandal


The former president of Brazil, Luiz Inácio Lula da Silva, was taken into custody by the Brazilian police on Friday for questioning as part of an investigation into a colossal graft scheme. The raid on Mr. da Silva’s house was the latest development in the expanding political and economic turmoil in Brazil.

O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi levado em custódia pela polícia brasileira na sexta-feira para interrogatório como parte de uma investigação sobre um esquema de enxerto colossal. O ataque à casa do Sr. da Silva foi o mais recente desenvolvimento na expansão turbulência política e econômica no Brasil. 
Fonte: http://www.nytimes.com/2016/03/05/world/americas/snapshot-of-brazils-web-of-scandal.html?smid=fb-share&_r=0
Share:

No Pará também têm Lava Jato: Jatene ainda pode ser preso, pelo caso Cerpasa


A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) não está convencida de que o governador do Pará, Simão Jatene, deve receber o benefício da prescrição de pena de prisão pela prática de crime de corrupção passiva, no Caso Cerpasa. A Ação Penal nº 827, na qual Jatene é réu, acusa o governador paraense de ser o principal beneficiário do pagamento irregular de propina, acertada com a Cervejaria Cerpasa, após a concessão de uma anistia fiscal referente a débitos de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).


Em novembro do ano passado, o relator da ação penal, ministro Napoleão Nunes Maia Filho, extinguiu a punibilidade do governador do Pará por decurso de prazo. Mas a decisão encontrou resistência entre os ministros da Corte Especial do STJ. Em dezembro, a ministra do STJ Maria Thereza Rocha de Assis Moura pediu vistas ao processo, antes que ele entrasse em fase de votação pela Corte Especial do Tribunal. A decisão tomada por Napoleão Maia Filho foi monocrática, ou seja, uma decisão individual e, por essa razão, precisava receber o aval dos demais ministros que compõem a Corte Especial.
Recentemente, na primeira sessão da corte realizada este ano, a ministra Maria Thereza Moura votou contra a decisão de arquivamento e consequente extinção da pena de prisão imputada a Jatene pela Procuradoria Geral da República (PGR). Na sequência da votação, coube ao ministro Jorge Mussi, atual Corregedor-Geral do Conselho de Justiça Federal, também pedir vistas ao processo.
AÇÃO PENAL
O pedido de vista do ministro Jorge Mussi interrompeu o julgamento de agravo regimental (tipo de recurso) na ação penal que discute se houve a prescrição ou não da punibilidade, no caso que envolve o governador. Jatene foi denunciado por corrupção passiva, cometida em 2003, por ter concedido “privilégios” ou “exceções” à Cerpasa e ter recebido propina em troca.
O Ministério Público Federal (MPF) recorreu da decisão do relator Napoleão Nunes Maia Filho, o que gerou o recurso chamado de agravo regimental, que pode mudar totalmente os rumos do julgamento sobre o envolvimento de Simão Jatene em crime de corrupção. O Governador teria provocado o perdão de débito tributário junto ao Estado, à época, de quase R$ 84 milhões, da Cervejaria.
VANTAGEM
Jatene é acusado de ter obtido vantagem econômica indevida, como condição para aprovação de futura remissão da dívida, com fundamento na Lei Paraense 6.489/02.
Fonte (Luiza Melo) DOL Diario do Pará
Share:

segunda-feira, 7 de março de 2016

PT: um partido, 100 escândalos


Entre as quase 1 mil manchetes já publicadas nesses pouco mais de um anos no ar com mais de 10 mil visualizações semanais , separamos um Top 100 com aquelas que apontam exclusivamente para escândalos protagonizados pelo petismo.
O PT chegou ao poder federal em 2003. Mas só em 2015 FOLHA veio ao ar para ser o primeiro jornal eletronico e virtual de Cametá. 
Todos os links redirecionam para páginas que relata os escandalos. Contudo, as fontes de cada notícia estão incluídas em cada postagem. Para evitar teorias conspiratórias ou desinformação, sempre priorizou-se a fonte originária do que se entende por “grande mídia”. Ou seja, são todos fatos de grande conhecimento do público mais informado de Cametá.

7 vezes em que se fez vista grossa para a corrupção nas estatais

4 denúncias de uso de caixa 2


3 denúncias de aparelhamento da justiça


5 exemplos de desmandos na saúde


10 denúncias de desvios de verbas


11 momentos que que o PT censurou e dificultou o acesso à informação


3 exemplos de improbidade administrativa


6 vezes em que a corrupção generalizada se fez presente


3 momentos em que se investiu em ditaduras ou grupos radicais


8 vezes que se fez parceria com criminosos


6 momentos que fraudaram ou prejudicaram programas sociais

5 exemplos de nepotismo


7 vezes em que o superfaturamento foi manchete


13 vezes em que o partido fez uso da máquina pública em benefício próprio

 

7 momentos em que o PT perseguiu seus críticos e opositores


Share:

Arquivo do blog

NÃO LISTA

Contato