This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

O CEMITÉRIO DE PORTO GRANDE ESTÁ ABANDONADO



Há quase uma década a população da bela vila de Porto Grande, em Cametá espera mais respeito, o cemitério da vila está completamente abandonado, além do abandono o lugar é ponto de venda de drogas, é a Cracolândia da vila, O FOLHA já fez a denuncia do problema e nada foi feito por parte do poder publico, muitas mulheres dizem que tem medo de passar pelo local de noite, pois já houve casos de tentativa de abuso na área. O cemitério não tem muro, não há iluminação, e quando se coloca os vândalos quebram para não atrapalhar suas vendas de entorpecente, já não se sabe o que é cemitério e que é rua, pois não há divisão.

Nos finais de semana é comum ver pessoas bebendo “pinga” em cima dos túmulos, a falta de respeito pela comunidade é imensa, quando chove a via alaga e a lama invade as covas do cemitério, até ossada humana já se viu à céu aberto, a comunidade quer que pelo menos o cemitério seja murado, pois vândalos usam este local sagrado para profanar e depredar o espaço publico.  
Share:

terça-feira, 16 de maio de 2017

PREFEITURA DE CAMETÁ DEIXA CRIANÇAS COM FOME NAS ESCOLAS


Segundo pais, há recados nos cadernos para levar merenda de casa; as comunidades das vilas de Cametá garantem que não há merenda nas escolas municipais. Desde o inicio do ano a prefeitura ainda não conseguiu resolver a questão da merenda escolar no município de Cametá, pensava-se que o problema era dinheiro e falta de repasse, mas segundo o MEC, desde janeiro de 2017 o repasse esta sendo depositado em conta, só em Janeiro foram mais de R$ 280 Mil reais, mas parece que a gestão pouco se importa com os alunos que tanto necessita desta alimentação, a merenda escolar ainda é a única alimentação para centenas de criança de nossa região. 

O repasse para a alimentação escolar ultrapassa mais de R$ 600 mil reais,  o recurso do transporte escolar está em dia, valor transferido para a conta do Banco do Brasil supera o valor de 492 Mil reais e o municipio recebeu também mais a cota federal que ultrapassou mais de 1 Milhão de reais só até este mês, o repasse do ministério da educação já totaliza e ultrapassa mais R$ 1.900.000,00 (Um milhão e novecentos mil reais). 





O que muitos cidadãos e vereadores não entendem como é que sem dinheiro como alega o atual prefeito, ele consegue licitar milhares de marmitas? Pra que? E pra quem? Será que a Secretaria de Educação irá agora oferecer “marmitex” para os alunos? Se for ótimo!          

Muitos vereadores questionam a posição do prefeito, quem conhece a vida dos alunos do campo e ribeirinho, sabe que é muito difícil a vida destas crianças, a merenda ainda é um atrativo para que muitos pais ainda mandem seus filhos pra escola, pois em muitos casos famílias não tem o que comer, e ver na escola a única oportunidade e esperança de um futuro melhor para seus filhos. Outro importuno é a falta de transporte escolar nas ilhas, muitos pais alegam que não tem condições de enviar seus filhos por falta de recursos, Seu Jordão morador do rio Ajará disse que; todo dia tem que gastar dez reais com gasolina para levar seu filho na escola na vila de Porto Grande, e tem dia que ele não leva por falta de dinheiro, segundo ele,  graças ao bolsa família e ao seguro defeso é que ainda seus três filhos ainda então estudando.  


Folha de Cametá



Share:

NÃO LISTA

Contato